Saiba mais sobre a alimentação alcalina

Muito se fala sobre a alimentação alcalina, mas pouco se sabe sobre os benefícios e causas de sua necessidade. É pelo pH (potencial de Hidrogênio) que uma substância torna-se ácida ou alcalina. O pH 7 é neutro e quanto mais acima disso, mais alcalino; quanto mais abaixo, mais ácido.

Como o pH ideal do nosso organismo gira em torno de 7,35, este é o nível que deve ser mantido, já que assim ele é capaz de fazer as devidas trocas de nutrientes e oxigênio com a corrente sanguínea e ainda libera toxinas com mais facilidade.
Organismos Ácidos: favorecem o surgimento de diversas doenças, comprometem a saúde óssea e predispõem o surgimento de cálculos renais.
Organismos Alcalinos, diminuem riscos de cânceres, combatem o envelhecimento precoce, preparam o organismo para absorver melhor os nutrientes e tem perda de peso como consequência.

A dieta alcalina é um plano alimentar baseado na redução de alimentos industrializados, que geram menos resíduos ácidos no corpo. E os benefícios não são poucos:
– Melhor funcionamento celular;
– Melhor absorção de nutrientes;
– Reduz a inflamação, que está associada a diversas doenças, como a obesidade;
– Melhora na circulação;
– Melhora os níveis do GH, hormônio do crescimento relacionado à saúde cardiovascular, composição corporal, memória e cognição;
– Diminui a retenção de líquidos;
– Equilíbrio da relação entre o sódio e o potássio devido ao maior consumo de frutas e vegetais, ajudando o controle da pressão arterial, da saúde óssea e reduzindo perdas musculares;
– Maior consumo de magnésio, mineral importante para função de enzimas e relacionado à ativação da vitamina D, além da otimização da saúde óssea, que depende da quantidade desses nutrientes.

 

alimentos_ácidos_

Alimentos Ácidos:
Café, bebidas alcoólicas, refrigerantes, sal, açúcar, carnes, peixes, leites e derivados, farinhas brancas, ovos, doces, alimentos industrializados e chocolate.

Alimentos Alcalinos:
Abacaxi, lentilha, cebola, brócolis, melão, nectarina, couve, alho, castanhas, maçã, espinafre, produtos integrais, azeite de oliva, abóbora, beterraba, alface, abobrinha, batata doce, figo, mamão, frutas cítricas, frutas secas e folhas verdes em geral.

alimentos_alcalinos_

A dieta alcalina restringe bastante as opções proteicas, já que promovem mais resíduos ácidos no organismo. De maneira geral, vale a regra do equilíbrio, buscar sempre opções naturais sem corantes, conservantes e aditivos, e ter um consumo proteico consciente, priorizando fontes de qualidade. O acompanhamento profissional é fundamental para evitar a monotonia e garantir melhores resultados.

ass_pd_raissa_fernandes

 

Leave a Reply