Quero emagrecer! Por onde eu começo?

Comece agora! Não precisa ser perfeito, apenas precisa ser feito! Aprenda que você
nunca terá as condições perfeitas a seu favor. O mundo (e as festinhas, as ocasiões
sociais e as milhões de circunstâncias) não vão parar para você se organizar e seguir seu
caminho sem intercorrências.

1) Priorize sempre a comida de verdade, aquela in natura e integral, rica em nutrientes e
fibras.

2) Não tenha medo da gordura natural dos alimentos, mas não suplemente a gordura sem
orientação nas refeições. Lembre-se: cada grama de gordura fornece 9 calorias, e por
melhor que seja a fonte dessas calorias, o excesso delas irá levar ao acúmulo de gordura
corporal.

3) Reduza o consumo de açúcar, tanto na forma de açúcares como mel e doces quanto na
forma de amido (carboidrato presente em farinhas de grãos e raízes)

4) Crie o hábito de ler rótulos, quando for comprar produtos industrializados. Opte pelos
minimamente processados, com o menor número de ingredientes e evite aqueles cujos
nomes são impronunciáveis e que sua avó não reconheceria como comida.

5) Comece o dia comendo mais alimentos proteicos e com gordura natural, como é o caso
do ovo, que pode muito bem substituir o pão e trazer muito valor nutricional e saciedade ao
seu dia.

6) Se você come carne, evite os embutidos por mais que a publicidade diga que são
saudáveis (como é o caso do peito de peru e dos nuggets). 7) Respeite suas necessidades
fisiológicas: fome, sono, sede…

8) Tenha paciência e FUJA de soluções milagrosas
(principalmente aquelas que custam muito dinheiro e que vão trazer 0 benefícios à sua
saúde) – gaste seu dinheiro na academia, no personal trainer, no produto orgânico – não no
gel redutor!

Lembrando que esse é o básico que todos nós, adultos saudáveis, deveríamos fazer (e
bem feito, claro!). Os casos que exigem cuidados específicos devem ser avaliados e
manejados de acordo com suas especificidades por um médico e por um nutricionista.

Leave a Reply