Detox

Todos os dias somos bombardeados por inúmeros contaminantes e toxinas, que vão
sobrecarregando nosso organismo ao longo dos anos sem percebermos. Ftalatos e
bisfenóis (BPA, BPS, BPE) são encontrados em embalagens plásticas. Dioxinas são
oriundas de queimas (inclusive incensos). Pesticidas, que estão presentes nas plantações
(vegetais, frutas, grãos…). Já o alumínio é encontrado em latas, panelas e desodorantes.
O chumbo dos esmalte e maquiagem. E aditivos alimentares que estão presentes nos
alimentos de pacotinhos e enlatados.

Esses contaminantes vão acumulando no nosso corpo e desregulado o metabolismo,
podendo levar a infertilidade, problemas de tireóide, alterações hormonais, dermatites,
tremores, dificuldade de emagrecimento, alterações intestinais, entre outros.
Nosso organismo é muito sábio e possui um sistema maravilhoso de detoxificação. Mas,
para isso, precisamos de um bom aporte de vitaminas, minerais e compostos bioativos,
que estão presentes nos vegetais, frutas, especiarias, chás.
Com a correria do dia a dia, nem sempre estamos fornecendo ao corpo todos os nutrientes
que ele precisa. E, se estamos oferecendo, ele pode não estar dando conta de processar
adequadamente, pois já está sobrecarregado.
Para dar uma forcinha, uma boa estratégia é focar em uma alimentação detox por um
período, onde retiramos alguns alimentos que podem sobrecarregar o metabolismo, como
proteínas de origem animal (carnes, queijos, ovo…), produtos industrializados e de
pacotinhos, derivados de trigo (pão, biscoitos, torrada…), cafeína e bebida alcoólica.
Através da alimentação, suplementação, mudanças no dia a dia e terapias de
descontaminação, há a redução da carga tóxica do organismo. E, com um organismo mais
limpo, a perda de peso vêm mais fácil, assim como a melhora de muitas
queixas! Lembrando que estratégias são individuais e precisam ser ajustadas com o
nutricionista.

Leave a Reply